Pagamento do novo auxílio emergencial começa no dia 6 de abril

O número de pessoas que vão receber é menor e o valor do benefício caiu de R$ 600, pago em 2020, para, em média R$ 250, mas tem pessoas que receberão apenas R$ 150; confira o calendário de pagamento



Por: Redação SMETAL


A primeira das quatro parcelas do novo auxílio emergencial começa a ser paga na próxima terça-feira, 6, para os trabalhadores e trabalhadoras desempregados e informais que se inscreveram para receber o auxilio em 2020 nas plataformas digitais da Caixa Econômica Federal e para os integrantes do Cadastro Único.

Os depósitos serão feitos na conta de forma escalonada até agosto. As liberações de saques terminam em setembro. Os beneficiários do Bolsa Família começarão a receber a partir de 16 de abril, conforme o calendário de pagamentos do programa que será de acordo com o mês de nascimento. Ver abaixo o calendário completo.

O dinheiro será depositado nas poupanças digitais que foram abertas no Caixa Tem para os beneficiários no ano passado. Mas, nos primeiros dias, as pessoas não poderão sacar, poderão movimentar o dinheiro para pagar contas por meio do aplicativo ou para fazer compras pela internet ou em débito.

Depois de algumas semanas, poderão sacar ou transferir para outra conta o que e se sobrar algum dinheiro no Caixa Tem.

Confira se você tem direito ao novo auxilio

A Dataprev (empresa de tecnologia da Previdência) já processou mais de 40 milhões de cadastros para a liberação do primeiro lote de pagamentos.

A partir desta quinta-feira (1º), os trabalhadores e trabalhadoras cadastrados no programa poderão verificar se foram aprovados no site da Dataprev: https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#

A Caixa também vai liberar a consulta aos cadastros aprovados, mas apenas a partir desta sexta-feira (2) pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo telefone 111.

O novo e o antigo auxílio

A previsão é de que 45,6 milhões de pessoas recebam o benefício este ano. No ano passado, quase 68 milhões receberam o auxílio.

O valor do benefício caiu de R$ 600, pagos em 2020, para, em média, R$ 250 e apenas uma pessoa por família poderá receber o auxílio. As mulheres chefes de família, que no ano passado receberam R$ 1.200, receberão apenas R$ 375 este ano. E os desempregados e informais que viverem sozinhos receberão menos ainda, apenas R$ 150.

Calendário

Na terça-feira, começam a receber os trabalhadores informais, microempreendedores individuais, desempregados e outras pessoas afetadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nascidas no mês de janeiro, além de integrantes do Cadastro Único do governo federal.

Beneficiários do Bolsa Família receberão de acordo com o calendário habitual do programa, que, em abril, começa a ser pago no dia 16.

Confira o calendário de pagamento de cada uma das 4 parcelas: