top of page

Aumento real e mais garantias: esse foi o resultado da Campanha Salarial 2023

Piso não qualifificado foi reajustado em 13%


A Campanha Salarial 2023 do Sindicato do Vestuário de Sorocaba e região terminou com aumento real para todas as faixas salariais, mairores garantias sobre direitos trabalhistas, além da renovação da cesta básica e de todas as cláusulas já existentes na Convenção.


Com validade até 30 de junho de 2024, a nova Convenção Coletiva garante maior poder de compra para a categoria. O Piso Não Qualificado foi reajustado em 13%, um dos maiores índices conquistados nos setores industriais em todo o país. Com validade imediata, todas as faixas salariais recebaram aumento acima da inflação do período.


Para a presidenta do Sindicato, Paula Proença, os reajustes acima da inflação são essenciais para a recuperação do poder de compra dos salários.


"Estamos saindo de uma fase em que a inflação fora de controle aterrrorizou a classe trabalhadora. Nestes novos tempos em que vive o país, os reajustes salariais acima da inflação serão essenciais para que a classe trabalhadora recupere seu poder de compra e passe a consumir mais o que, consequentemente, oxigena os mercados, dentre eles o nosso, que é o de confecções. Este é o ciclo do desenvolvimento industrial, dos empregos, da economia mais forte...", analisou a sindicalista.


Direção do Sindicato dialoga com trabalhadoras e trabalhadores sobre o resultado da Campanha Salarial 2023.

Resultados


O Sindicato está percorrendo as principais fábricas para dialogar com a categoria sobre as principais conquistas das negociações feitas pelo Sindicato. Nas redes sociais, a entidade divulga uma série de cards sobre os índices, novas cláusulas e garantias da nova Convenção.


Além dos reajustes (13% no piso não qualificado, 7,14% nos salários de até R$ 2.900,00 e 5% nas demais faixas salariais), o Sindicato destaca outras conquistas como as novas regras para troca de feriados. Um ajuste em cláusula da Convenção Coletiva proibe as empresas em realizar trocas de dias para compensação de feriados sem um Acordo Coletivo.


"No setor é muito comum as empresas realizarem troca de feriados, mas nem sempre essa é a vontade das trabalhadoras e trabalhadores. Esse ajuste na Convenção garante que essa prática só será possível mediante aprovação em assembleia e assinatura de Acordo Coletivo específico", explica Proença.


Outro avanço na Convenção Coletiva se refere à proteção dos direitos extensivos aos cônjuges em união estável. A licença casamento é uma delas.


"Essa garantia não deixa margem para interpretações equivocadas sobre o direitos relacionados ao cônjuge. Indepedente da modalidade de união, todos, todas e todes têm os mesmos direitos", garantiu a presidenta do Sindicato.


Confira valores e principais conquistas da nova Convenção Coletiva e informações sobre a contribuição assistencial/taxa negocial:





Bình luận


bottom of page