"Serviços Gerais" deverão ter salários adequados ao salário mínimo paulista

Adequação não interfere nas reivindicações da Campanha Salarial

Além do piso nacional (salário mínimo), muitos Estados mantém o piso regional, conhecido em São Paulo como "salário mínimo paulista" que foi reajustado no dia 1.º de abril, em 4,97%, passando a ser de R$ 1.163,55.

Com isso, os trabalhadores e trabalhadoras nas indústrias do vestuário de Sorocaba e região com o cargo de "serviços gerais", que recebem o piso da categoria, devem ter o salário reajustado e adequado ao "mínimo paulista".

A presidenta do Sindicato do Vestuário, Paula Proença, afirma que a adequação é uma garantia prevista na Convenção Coletiva da categoria e não influencia nas negociações da Campanha Salarial".

Proença orienta que os trabalhadores/as que ainda não tiveram os salários reajustados de acordo com o salário mínimo paulista, procurem o Sindicato para que a entidade tome as providências cabíveis.