Sindicato alerta trabalhadores sobre “fim da aposentadoria”


Direção realiza assembleias nos principais locais de trabalho

A direção do Sindicato está realizando uma série de assembleias nos principais locais de trabalho para informar a categoria sobre os perigos contidos nas propostas preliminares da reforma da Previdência. Na manhã dessa sexta-feira, 15, Paula Proença, presidenta da entidade, conversou com cerca de 700 trabalhadoras/es na empresa Emphasis, em Votorantim, região metropolitana de Sorocaba. “Todo dia surge uma nova proposta e todas elas apontam para o fim da aposentadoria”, denunciou a sindicalista.

O governo afirmou que no dia 20 de fevereiro o Congresso receberá o Projeto cuja idade mínima será de 65 anos para homens e 62 para mulheres. “A proposta é péssima para as trabalhadoras e ainda pior para os trabalhadores do vestuário. Em média, a categoria terá que contribuir por mais de 40 anos para ter direito à uma aposentadoria que poderá ser menor que o salário mínimo”, aponta Proença.