Mulheres sindicalistas vão às ruas para falar sobre eleições

Trabalhadoras percorrerão bairro da zona leste de São Paulo para dialogar com moradores

Sindicalistas de diferentes entidades realizam ato nesta sexta (21), a partir das 10h, no Largo São Mateus, na zona leste da cidade de São Paulo. De lá, elas irão percorrer as ruas da região para dialogar com a população sobre as eleições em 2018.

As mulheres não apenas se posicionam contra o atual governo de Michel Temer (MDB) como repudiam os projetos aprovados no Congresso federal no último período que, de acordo com elas, pioraram a vida da população brasileira, a exemplo da reforma trabalhista.

“Vamos ocupar as ruas para mostrar que é preciso derrotar nas urnas o machismo, a violência e o patriarcado, tão presentes no país ainda. Nós somos a maioria do eleitorado e temos o poder do voto em nossas mãos. Chega de fascismo e de políticos que aprofundam as desigualdades”, afirma a secretária da Mulher Trabalhadora da CUT São Paulo, Márcia Viana.

Durante a atividade, elas lançarão também o boletim “Abra o olho Mulher”, mostrando quais foram os partidos que defenderam e aprovaram projetos como a terceirização sem limites e a Emenda Constitucional nº 95, que congela por 20 anos os investimentos públicos em áreas como saúde e educação.