A corrupção conta com o apoio de 30 deputados paulistas


Após o golpe parlamentar de 2016, em que Dilma Roussef foi impedida de governar mesmo sem nenhuma denúncia de corrupção ou comprovação de suposto crime de responsabilidade fiscal, a maioria dos deputados livrou, pela segunda vez, Michel Temer (PMDB) de ser investigado por crimes de corrupção amplamente embasados em provas concretas.


Em votação nesta quarta-feira, 25, 251 deputados/as apoiram Michel Temer em seus atos de corrupção; 233 votaram contra o presidente golpista (e seus ministros também denunciados por corrupção); 25 faltaram à sessão; e 2 não tiveram coragem de votar nem contra, nem a favor.


Apesar do corrupto Michel Temer ter perdido força no estado de São Paulo (a maioria dos parlamentares paulistas votou contra Temer), ele ainda conta com o apoio de 30 deputados/as. Veja quais são: