Trabalhadores participam de campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

Sindicato coleta assinaturas para projeto de lei de iniciativa popular


Os trabalhadoras/as na indústria do vestuário de Sorocaba participam, até novembro, de uma Campanha Nacional que pretende reunir 1,3 milhão de assinaturas para um projeto de lei de iniciativa popular que anula a Reforma Trabalhista.


A Campanha é desenvolvida pela Central Única dos Trabalhadores, CUT. Para participar é necessário ter o número do título de eleitor. “Por se tratar de um abaixo-assinado oficial, o número do título é obrigatório. Estamos orientando os trabalhadores/as a tirar uma foto do documento e armazenar no celular”, explicou Paula Proença, presidenta do Sindicato.


Reforma Sindical terá validade a partir do dia 11 de novembro

“Não podemos chamar de Reforma o que este governo está fazendo com a legislação trabalhista. Trata-se de uma violação à nossa Constituição”, destacou Proença que chama a atenção ao fortalecimento do sindicato para o enfrentar os patrões. “A partir da segunda quinzena de novembro, teremos a tarefa de resistir e combater a Reforma Trabalhista. Ficar sócio/a do sindicato é mais necessário do que nunca, pois somente com uma entidade sindical forte e atuante seremos capazes de impedir os impactos do que chamamos de “deforma trabalhista”.