Juiz ao expedir alvará: “Bandidos estão dando golpe na democracia”


O juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, da 17ª Vara da Justiça Federal em Minas Gerais, protestou contra o golpe dado contra a presidenta Dilma Rousseff. Ao expedir um alvará de soltura do camelô José Cleuto de Oliveira Almeida, o magistrado afirma que enquanto o réu está trabalhando, "os bandidos deste País, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia".

"Efetivamente, o custodiado (preso) está a ganhar seu pão, enquanto os bandidos deste país, que deveriam estar presos, estão soltos dando golpe na Democracia", afirmou Tomaz, em decisão proferida no sábado (27), às vésperas da votação no Senado que deu um golpe no mandato de Dilma Rousseff. O juiz alegou que Almeida "está a ganhar seu pão", ao contrário de outras pessoas que deveriam estar presas.