Senador admite que votou no impeachment mesmo sabendo que não há crime

September 1, 2016

 

Depois da sessão do Senado que aprovou o impeachment de Dilma Rousseff hoje (31), o PT criou uma página no Facebook em defesa de Dilma, com o título “A História fará Justiça”.

 

Na página, divulgou há pouco um vídeo com entrevista do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) em que ele admite que não há crime de responsabilidade de Dilma, mas destaca que mesmo assim votou pelo impeachment. Gurgacz estava entre os parlamentares que ficaram indecisos até o último minuto.

 

“Foi muito difícil fazer essa decisão?”, pergunta a repórter, ao que ele responde: “Não foi fácil, é uma decisão difícil, porque é uma decisão que impacta no nosso país. Nós temos a convicção de que não há crime de responsabilidade fiscal nesse processo, mas falta governabilidade e a volta da presidenta neste momento poderia causar um transtorno ainda maior para a economia brasileira. Portanto, nós entendemos que para o bem do Brasil, através da vontade popular, principalmente da população do estado de Rondônia que nos pedia para que votasse a favor do impeachment”.

 

Please reload

Sindicato do Vestuário de Sorocaba

Imagens da luta
Endereço

Rua Júlio Hanser, nº 140 – Sala 01 – Jardim Faculdade – Sorocaba/SP.  CEP:18030-320

Fone: (15) 3222•2122

         

 

Celular/Whatsapp: (15) 99119•7574

E-mail: stivestuariosor@uol.com.br

Encontre-nos

Novo desenvolvimento/atualizações: Associação Participi de Comunicação Cidadão
Profissionais responsáveis: João Andrade || Giovani Vieira Miranda